Para ter uma defesa sólida contra um contra-ataque, é fundamental garantir que sua equipe não deixe espaços vazios depois de perder a posse da bola. As equipes podem se defender contra o contra-ataque de várias maneiras diferentes, desde uma pressão pós perda da posse, até rápida recomposição ao posicionamento defensivo. Nessa análise tática, vamos observar algumas diferentes abordagens que podem ser usadas para ajudar seus jogadores a entender como eles devem se defender contra um ataque assim que perder a bola.

Em primeiro lugar, o que é um contra-ataque?

Um contra-ataque é “um ataque feito em resposta a um ataque feito por outra pessoa”. O contra-ataque ocorre quando uma equipe perde a posse de bola, e adversário, assim que recupera a posse, cria um jogada para buscar o gol, fazendo uma transição da defesa para o ataque com grande agilidade. Os contra-ataques costumam ser rápidos, com os oponentes procurando explorar o espaço por meio do jogo individual ou de passes rápidos entre os jogadores. Os contra-ataques podem ocorrer de qualquer área do campo, no entanto, eles costumam ser mais eficientes quando a equipe ganha a posse no primeiro terço do campo e os jogadores são capazes de explorar o espaço nas costas do adversário, que o mesmo deixou vazio enquanto estava com a posse de bola .

Uma das coisas principais para falar com sua equipe é sobre pensar em se defender enquanto  está atacando. Quando a sua equipe está com a posse da bola, é importante que seus jogadores se posicionem para criar amplitude e profundidade para ajudar a equipe a criar espaço e chegar ao gol adversário com mais facilidade. No entanto, é igualmente importante que os jogadores pensem ‘e se perdermos a bola?’. Sendo assim, os jogadores precisarão pensar em como eles podem cobrir o espaço vazio deixado por eles mesmos, alem de cobrir as costas dos seus companheiros de equipe. Por exemplo, se sua equipe foi ao ataque com os dois laterais avançando, pode ser que um de seus meias ocupe o espaço que foi deixado por eles, para garantir que sua equipe seja capaz de lidar com a perda de posse de bola, pois terá a quantidade jogadores suficiente para fazer com que os contra-ataques rápidos do adversário não ofereçam riscos.

Outra forma de se precaver pode ser movendo os seus laterais para o centro do campo, enquanto os pontas permanecem abertos. Isso permitirá que a equipe tenha as áreas centrais preenchidas, o que fará com que a equipe seja capaz de fazer uma pressão pós perda com eficiência para atrasar ou impedir qualquer contra-ataque do adversário, e, ao mesmo tempo, proteger a área central do campo.

A distância entre as linhas faz com que os jogadores tenham a profundidade e compactação necessária para garantir que a equipe seja capaz de impedir qualquer contra-ataque do adversário. As equipes que tomam uma atitude com agilidade ao perder a posse de bola evitarão os contra-ataques, aplicando pressão pós perda ou recuperando o seu posicionamento defensivo original. Por exemplo, se a equipe estava atacando, perdeu a posse e não conseguiu se reposicionar coletivamente como um time, os oponentes terão boas condições de explorarem os espaços que foram deixados por uma transição defensiva mal feita.

É importante que os jogadores protejam o meio do campo, o que irá garantir que, em caso de perda de posse de bola, o time consiga forçar os adversários a se afastarem da baliza, impedindo-os de as zonas centrais, áreas em que os contra-ataques podem ser mais perigoso. Por exemplo, se os seus meio-campistas estão à frente da bola e a posse for perdida, sua equipe provavelmente terá um problema, pois eles estarão fora de posição, facilitando o caminho do time adversário até o gol, pois eles terão o espaço que ficou vazio para explorar. Portanto, fazer com que os jogadores saibam a melhor forma de fazerem a cobertura dos seus companheiros, principalmente nas zonas centrais, certamente ajudará a equipa na defesa do contra-ataque. Um exemplo disso está na imagem abaixo, onde um dos meio-campistas que está a frente da bola faz a recomposição defensiva, enquanto outros se movem à frente para cobrir o espaço deixado pelo seu companheiro de equipe.

A equipe que perdeu a posse pode atrasar o contra-ataque do adversário fazendo uma pressão pós perda, ou voltando ao seu posicionamento defensivo e impedindo que o adversário consiga explorar os espaços. O jogador mais próximo da bola deve procurar colocar uma pressão imediata no adversário com a bola se sentir que pode atrasar o ataque ou recuperar a posse, ou simplesmente tentar cobrir o espaço que foi apareceu quando a sua equipe estava tentando criar uma jogada. A ”regra dos 5 segundos” pode ser usada como uma forma de impedir o contra-ataque, que seria orientar a sua equipe a recuperar a posse em 5 segundos. Isso permitirá que, no mínimo, a equipe atrase o contra-ataque dos oponentes para que a defesa consiga se reposicionar, mas, você precisará de jogadores a uma boa distância um do outro para fazer isso de maneira eficaz.

Se a equipe não conseguir recuperar a posse de volta rapidamente ou fazer uma pressão pós preda com eficiência, os jogadores devem procurar recompor o seu posicionamento o quanto antes, para permitir que a equipe tenha uma defesa segura. Quando estiverem fazendo a recomposição defensiva, os jogadores podem podem correr para fechar o espaço vazio ou em direção ao seu próprio gol, com o objetivo de impedir que os oponentes sejam capazes de explorar o espaço enquanto procuram contra-atacar.

Por último, segurar a bola uma vez que a posse for conquistada é importante para garantir que a equipe tenha a oportunidade de ficar com a mesma, depois de trabalhar arduamente na defesa do contra-ataque. Isso permitirá que o time, agora com a posse de bola, arrume novamente o seu posicionamento e comece a construir o ataque, podendo até contra-atacar, pois os adversários podem ficar desorganizados após o contra-ataque.